quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Boa tarde a todos! Vamos sonhar um pouquinho? Beijos.

= SONHOS DESENHADOS =

Como é bom sonhar!
Nele, posso colocar todos os meus desejos.
Hora, crio uma alameda estreita
De casas coloridas, nas sacadas
Flores em pequenas jardineiras.
Tudo é lindo, mas ali, tu não estás!

Na prancheta dos devaneios retorno...
Busco o velho violão
Vou a tua janela
Dedilho uma canção
A lua, as estrelas, dos sonhadores, as companheiras
Com primazia, ilumina teu jardim.
Eu, em profuso amor
Canto alto, canto ao encanto de profundo querer.
Busco alcançá-la em teus sonhos altaneiros
Nada acontece!
Olho através do vitral da janela
Tua cama, meio que desarrumada, vislumbro
Ainda há sinais, certamente o perfume da mulher amada.
Olho para o céu e clamo à lua, choro junto às estrelas
Colho uma rosa, enrubescida ao meu desalento,
Salpicadas pelas minhas lágrimas, deixo-a em tua janela.
Meus olhos, de brilhos molhados, buscam novamente o violão.
Permito que o amor, com altivez, escolha a canção.
Canto... canto com a chama ardente do seresteiro apaixonado!
Naquele instante sinto a tua presença...
A porta, “Ela” lindamente vestida, com choro e sorriso
Na felicidade da mulher a ser amada.
Buscamos os beijos.
Em abraços e carinhos, contigo ao colo
Adentramos a casa...
Daí para frente... perdoe-me! o ocorrido, só teus sonhos podem revelar-te!
Por isto que eu afirmo...
Como é bom sonhar!

Tonho Tavares.