quinta-feira, 3 de novembro de 2016

    = SONHOS DE AMOR =

 O céu veio a terra...
Beijou o chão, reverenciou o mar, as cachoeiras
As matas, e os montes.
Chegou ate você
Não lhe fez reverencias
Buscando-a pelas mãos
Contou-lhe uma linda história de amor
Fez você dormir
Cobrindo-a com o lençol branco dos sonhos
E por ali, eu a esperava.
Linda, você estava
Cabelos soltos ao vento
Seus olhos mais pareciam perolas
De intenso brilho.
Com delicadeza, eu a abracei.
Como por encanto
Uma canção nos fez ouvir
Dançamos como na realeza
Rodamos por todo o imenso salão
Distribuímos sorrisos de uma eterna felicidade.
Senti que teus lábios vinham de encontro aos meus
Naquele momento, como por magia
Todo o cenário se desfez
Ali estavam, você e eu
Na cama entre paredes
Reféns de um amor inevitável
E sem fim.
Tomei você em meus braços
Vieste com leveza e furor.
Beijei os teus lábios
Com fome de amor.
Envolvemo-nos loucamente, ate a exaustão
O prazeroso gozo, calou os nossos sussurros e gemidos
No relaxamento dos sonhos, adormecemos.
Não fui eu, o autor da conquista
Foi o céu que veio a terra
Dando-me você como um presente
tornando-se o mais valioso
Tesouro da minha vida.

Tonho Tavares