quarta-feira, 30 de novembro de 2016

       = CANTO DE AMOR =

Vamos (a dois) entoar uma canção?
Não importa a letra
A música advém do coração.

Permita-me a coreografia?
Nada complicado!
Iniciaremos com o entrelaçar das mãos,
Libertaremos os nossos corpos
Ao deslumbre dos sentimentos.

O cenário, eu o afanei dos meus sonhos.
Será em campo aberto,
Donde flores belas
Circundaram os nossos movimentos.

Em doce abraço
Ataremos os corpos
Solte-se, sinta-se suave
Como a leve brisa
Que sopra e o corpo arrepia.

Uma linda noite para você eu providenciarei;
Terás um céu de mil estrelas.
Uma enorme lua,
Com seus raios em prata,
Iluminando o nosso cantar.

Se houver brilho em seus olhos,
O refrão em trovas, nós, de rostos colados,
A pele exsuda a magia do amor.

Deixe que cantem em solfejos os nossos corações
Certamente os desejos nos embriagaram!
Ao fechar da cortina, se ainda assim permitir-me,
Eternizaremos com um longo e apaixonado beijo
Quiçá fará o meu desejo?


Tonho Tavares. .