quarta-feira, 14 de setembro de 2016

               = MEU MUNDO =  

           Quem sou eu...
Perco-me em meu mundo interior.
Meus sorrisos e lágrimas sem harmonia
tem sentidos diversos
num misto de emoções.

Quem sou eu...
Que por entre o espaço e o tempo vagueia
Transcende-me os sonhos
busco a ilusória realidade.

No abandono da minha carne
Sou eu, o terreno baldio
Fantasmas invasores gargalham
À esperança e a fé, preenchem todo o vazio.

Distribuo o amor
colho saudade.
Felicidade é um estado de maturidade
Que a alma sem idade
Faz a vida renascer.

Tonho Tavares.