quinta-feira, 22 de setembro de 2016

           = desejos e quimeras =

               A tua espera eu estou
desejando este teu lindo olhar profundo
Invadindo o meu mundo.

Venha!
Preencha o meu coração
Sem ti, ele torna-se vazio.
Na ausência tua, ele calado, de saudade padece.

Cantei alto, joguei minha voz ao vento
Quem sabe em alento
Ainda que em sussurro, a ti, ele a fará escutar.

Quisera eu, nesta hora, neste agora
Em beija-flor eu me transformar.
Voar na velocidade dos sonhos
Com a delicadeza do pequeno pássaro
Os teus lábios eu beijar.

Ainda nesta mesma quimera
Em cada beijo, a entrega
Com ternura, hei de te amar.

Estarei em estado encantado
Os teus lábios, por mim, beijados
Quiçá em teu homem amado
Eu possa a me tornar.

Tonho tavares.