terça-feira, 31 de maio de 2016

Boa noite a todos!

   = MULHER =

Vejo um pequenino arroio
Por entre pedras nascido
Avança em estreito caminho
Desbravando solo infindo.

Nas quedas inevitáveis do acaso
Nunca se abate
E em lindas cascatas
A natureza desfila a tua arte.

Ateia a esperança
Cala a sede, mata a fome.
O solo enverdece
É vida que em teu entorno cresce.

Mulher...

Nasceste como o arroio
És o milagre da vida
Divina obra de Deus
Que nossos corações fascinam.

Coragem, determinação, criatividade e amor são as tuas sinas.
É como água estreita do rio
Que vai em frente
E nunca desanima.

Tentadora como Eva
Pura como Maria
Enfeita o mundo
Protagoniza a vida.

Se Deus, à Eva criasse, primeiro que Adão
Não precisaria retirar as costelas
Tu, fêmea criativa e amada, com teu jeitinho trigueiro
O homem em teus moldes criaria
És do amor o símbolo e parideira por natureza.

És o rio da esperança
Geram vidas que o mundo povoa.
É por ti mulher
Que dobram os sinos.

Antônio Tavares.