domingo, 22 de maio de 2016


    = AMOR SECRETO =

Na vida,
não há nada mais sofrido,
Que um amor entalado,
Escondido.
Que grita, reclama
E não é liberto.
Amor secreto,
Concreto,
Que respira, que transpira.

Que lateja na alma.
Que invade os sonhos.
Que ilumina ou escurece os nossos dias.
Quando estamos acompanhados
de nós, ele fere o coração.
As lágrimas fazem fila
Meio que deseducadas
Atropelam umas às outras.
Estreitam o ambiente
Massacrando o corpo.
Torturam a carne,
Matando-nos a cada segundo.
O amor é animal selvagem,
Indomável,
De asas, alado.
Não nasceu para o cativeiro.
Não se adestra.
O amor gosta de banquete,
Não vive de migalhas.
O amor livre encontra-se com a felicidade.
Amor reprimido, é a dor da saudade.

Tonho Tavares