segunda-feira, 25 de abril de 2016

      =SAUDADE =

Vá, ó saudade!
Faça de mim o seu desafeto!
Permita que o meu coração em paz se aquiete.

Vá!
Leve os seus pertences!
São deles que vêm o meu tormento.

Retire a tristeza;
a dor que minha alma dilacera;
recolha as minhas lágrimas,
que, por sua culpa, foram derramadas.

Vá!  Vá!  Vá!
Mas, por favor, não deixe este vazio que corrói o peito
na dor do abandono.
Não recolhas os beijos que, no silêncio,
tornaram-se eternos.
Deixe que eu reviva as noites de amor,
quando nossos corpos se completavam,
transportando-nos a um plano encantado.

Perdoe-me, saudade!
Não posso me separar de ti.
Você é um caminho andado!
Em vários portos atracados
numa odisseia
de amor.

Saudade é viver o sonho...
do passado,
do presente
e do tempo que ainda não chegou.

Por favor, fique comigo, saudade!
Nossas vidas são um entrelace.
Sofro por você, ó companheira!
Sofrimento maior é nunca ter razão para sentir saudade.