sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

  = CAMINHOS DO AMOR =

Não sei se me faço sorriso,
ou me desfaço em amor...
Seguirei pelos caminhos da vida,
ou me perderei em sonho...

A vida se afunila.
Os caminhos são vários.
ir para onde?
Dói a alma quando não se é esperado.

Ao longe, a casinha da colina
A cachoeira dos sonhos
O jardim de belas flores
Os beijos perdidos
Lábios ressequidos e ainda sedentos.

De mãos entrelaçadas,
queria eu, sob as estrelas, a lua, 
ou em qualquer lugar, passear .
Bronzear os nossos beijos 
no raio de luar.

Pelos meus olhos passeastes, 
neles,  a trilha que a levou ao meu coração.

Sou o fruto maduro.
Não tenho o amargo gosto.
Semearei as minhas sementes.
Quem sabe, alguém displicente,
fértil, a absorva e
em seu coração venha a germinar.

Tonho Tavares