terça-feira, 31 de março de 2015

= ALMA AMOR =

Minha alma explodiu!
Partiu em mil...
Esparramou-se pelas
Estrelas e
Ninguém a viu.

Não se incandesceu...
Caiu!
Espalhou-se por todas as partes.
Descuidados...
Ninguém a reconstruiu.

Esquecida em cada canto,
 Não chorou,
Assistiu.

Vieram as águas de março e
Lavaram toda a terra.
Na enxurrada,
Os pedaços se uniram.

Alma emendada,
Lavada
pela enxurrada da vida.
Pobre e infeliz,
Que ainda no amor acredita!
Sentimento que a fez,
Desfez,
Destruiu.

Apaixonou-se
E inteira se tornou.
Ainda que só,
Nunca mais explodiu.


Tonho tavares