sábado, 24 de janeiro de 2015

     = VIDA E SONHO =

Cubra-me com o teu amor.
Vista-me com a seda leve dos teus sonhos.
Minhas vestias não são pesadas
Mas, careço da suavidade de novos tecidos.

Vale a vida, aquilo que sinto-me valer.
Com o teu sorriso, ela se faz encantada
Um presente de Deus, com linda lua e de estrelas ornamentada.
É como o sopro fresco da brisa mansa
Tocando o meu corpo nu e suado
Indescritível sentimento!

Contigo irei aos campos floridos
Que por mim, ainda são desconhecidos
De mãos dadas sentiremos nossos corpos em delírio
Passeando por entre nuvens
Bem onde os enamorados fazem as suas moradas.

Quando se ama ou toma consciência deste amor
A vida se torna em um belo poema
Onde podemos caminhar pelos mais lindos versos
Passeando pelas estrelas, beijarmos a luz do luar
Numa estrofe sem final.

O amor é forte e solido
 indestrutível quando se é cultivado
Pode ser frágil, quebradiço quando não se faz nada para hidratá-lo.   
Amor para ser forte, tem que vir do sul e do norte
Só de um lado, não sobrevive a sua sorte.

Venha, acorde, vista-me com a seda leve dos teus sonhos
Meu corpo e minha alma carecem da leveza dos teus sonhos
Pegue-me ou deixe que eu a pegue pelas mãos
E no perfume suave do amor
Seguiremos felizes pela imensidão da vida


Tonho Tavares.