domingo, 30 de novembro de 2014

        = AMOR MEU =

O amor em mim fez risco
Traçou caminhos
Instalou-se bem quietinho
Neste coração que é meu.

Esparramei-me em versos
Convidei a ti
para um longo beijo
e as caricias, 
numa história sem final.

Conquistaste-me com seu lindo sorriso.
Amar-te por toda a vida
É como um relampejar
É tão rápido
É tão pouco
Diante do amor que por ti, mulher, tenho guardado.

Se muitas vidas eu as tivesse
Em todas elas eu a amaria.
Só Deus sabe quantas e quantas vidas
Eu já vivi!
Asseguro-te, que em todas elas eu te amei.

Encontrando-te agora
No crepúsculo dos meus dias
Que importância faz o tempo
Se terei a ti 
ainda que seja por um dia.

Vejo-te em meus sonhos
Correndo nos campos floridos
Deitando a beira do lago
Nossos corpos, nossos abrigos.

Sinto o cheiro de tua pele
A fina lâmina penetrante do teu olhar
Despindo-me de corpo e alma
Venha logo amor meu
fazer de mim
O teu cantar.

O vento que parte uivante 
Proclama em rima o nosso bem querer
Tombando docilmente a fina ramagem
Balançando as frondosas arvores
em reverencia ao amor
que é seu e meu.  

Tonho Tavares