sexta-feira, 31 de outubro de 2014

                   = A ESPERA =                                         

    Venha amor...
A noite já se faz caída.
A lua as estrelas
 esperam a sua chegada.

Ah!!!. se eu fosse de você...
Pelas mãos eu a conduziria
beijaria de leve os seus lábios
dançaríamos ao brilho das estrelas.

Nem a lua ou a noite de estrelas
nem mesmo o mar, todo iluminado
seria tão enfeitado quando o amor
que jorra pelos nossos corpos.


Nossas almas, com certeza, se alimentaria
desta exuberante noite de amor infindo.
um beijo carregado dos mais puros sentimentos 
provocariam os mais latentes  desejos.

Despediríamos, da noite, da lua e das estrelas.
Em algum lugar, aos beijos, cada vez mais loucos
profanos, que sabe um pouco
numa paixão sem fim.

Venha....
Não me cansarei da espera
quem saber serão só as quimeras
de um alguém que vive em busca de ti.

Tonho Tavares.