sexta-feira, 22 de agosto de 2014

     = Amor Desejado =

Eu quero um amor
que não seja pequenino.
Que saiba voar nas asas
dos sonhos.
Que busque em qualquer canto,
o encanto que em seus olhos
Já existe.

Amor que saiba subir ladeira,
Que transponha as barreiras,
Que brigue com a saudade e
Que abrace com força a felicidade.

Seria uma utopia,
um sonho maluco de poeta,
ou um desejo
de uma alma criança?

O nome que se dá, pouco importa.
Buscarei na porta,
ainda que em outras vidas,
o amor que for para mim.


Tonho Tavares