segunda-feira, 30 de junho de 2014

        = INTERPLETAÇÃO =

Meu coração tal e qual um pendulo
no compaço balança
vai prá "lá" vai prá "cá"
vai pra "lá" vai pra "cá"

No repetido bordão
entoa  a canção
diz "sim" diz "não"
diz "sim diz "não"

Busco o "sim"...
felicidade sem fim
Busco o "não"
Serei ou quem sabe?

Do "sim" ao "não"
um longo talvez.
Plenitude a vista?
Depende de nós
Muito mais de você.

Na "ida"
semeia o amor.
Na "volta"
rega com lágrimas
Na "ida" 
colhe rosas.
Na "volta"
cuido-me dos espinhos.

Paro, reparo, inspiro-me
entre "idas" e "vindas"
um bom tempero
me encontro por inteiro.
Venha, amor meu!
Com meu coração compartilhar.
Vamos amar a cada instante
pra "lá", pra "cá", pra "lá", pra "cá".

     Tonho tavares.