segunda-feira, 28 de abril de 2014

= Amor =

 Quero ir com você ao campo.
Correremos em meio às flores,
deitaremos com as mãos entrelaçadas,
sorriso solto, maroto,
que se apagaram ao fintar dos olhos.
Lábios trêmulos, molhados
caminham lentos.
Os olhos se apagam.
Lábios que se encontram.
Abraçamo-nos.
Unhas que riscam a pele.
Lábios que se separam
e murmuram... te amo!
Você se solta, corre, corre, sorrindo,
E eu a perseguindo.
Ouço como música o sorriso seu.

Chegando ao riacho,
Por entre as frondosas árvores,
brincamos de esconder.
Pela cintura eu a seguro,
Envolvendo-a em meus braços.
Você, toda dengosa,
no tronco da árvore se encosta,
fechando os olhos toda sinuosa.
Fim de perseguição,
dia de amar.

Tonho Tavares