segunda-feira, 31 de março de 2014

= AMOR E VIDA =

Mãos que se afagam...
Entrelaçam.
Lábios vencidos pelo desejo...
Beijos.
Corpos que se relutam... 
Permitem-se,
doam ao prazer.

O amor não procura caminho...
Apossa. 

É macio como a seda.
Atravessa o peito,
como o aço afiado.
Tem o frescor de brisa
da madrugada.
Queima, como sol de verão.
Duradouro, como varias vidas.
Como vela, ao vento, se apaga.
Puro como cantar dos anjos.
Safado com uma meretriz.
Arde, amarga, grita, faz silêncio,
Cura, machuca, excita.
É ele que prova a nossa
estada nesta vida.

 Tonho Tavares