sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

                 = BEIJO DA MULHER AMADA =

é dividir sonhos
É buscar juntos a luz
Ainda que se faz noite escura.

Na candura deste sentimento
Por ninguém ou por nada
Ele (o amor) se faz ausente.

Os seus sonhos eu os quero
Doce são as quimeras
Que os nossos sonos veneram.

Sede minha metade
Venha,  descubra  o este universos
Que tenho guardado só para ti.

No seu pensar, talvez eu seja o derradeiro
De pouca eira e sem beira
Mesmo que eu esteja
Cheinho de amor para lhe dar.

Talvez eu seja um louco
De você não quero tão pouco
Preciso de ti, por inteira
Neste meu cálido coração 
venha se aconchegar.

Dar-te-ei um céu de mil estrelas
Um luar  feito cachoeira
Todinho em prata
Iluminando monte, florestas e cascatas
Arrancando de ti, o seu mais lindo sonhar.

Eu a mercê de tanta felicidade
Colherei a rosa púrpura da madrugada
Toda orvalhada!
Em baixo de sua janela, numa noite de seresta
Cantarei,  a ti, um belo verso
Para a rosa eu lhe entregar.

Você em fascínio, meia que descuidada
Lábios trêmulos de quem é amada.
Desnudará meu coração e minh’alma
Com um eterno beijos
Beijo  de mulher sonhada.

Tonho