quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

                  = VOCÊ AGORA =

Ah!... Como querida você  no agora!
Nesta presente hora
Onde no meu eu, o vazio impera.

Ah!... como querida você no agora!
Nas idas horas
que o amor florescia.

Ah!... Como queria você no agora!
Na chegada hora
O coração aperta, dói, grita no silêncio
Amo-te, como nunca amei ninguém!

Ah!...  como queria você no agora!
Não importa a hora
Em todas as horas
que só existem pra ti amar.

Amar você, é tão simples, é tão fácil!
É tão doído a sua ausência!
Venha... mesmo que seja por nada
Sem você, sou apenas um sonho (acordado) 
Na solitária madrugada.

Tonhotavares