quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

                 = A FLOR =

Venha minha querida...
Quero lhe dar uma flor
Não colhi em meu jardim
É uma simples flor silvestre
Tão bela!
Igual eu nunca vi.

Busquei-a lá na mata
Tão distante!
Lá onde sussurra o vento
Tem sonhos em cacho
E o Amor floresce a todo tempo.

Tem uma fonte e uma cascata
De águas tão límpidas e transparente
Quem saciar ali sua sede
Felicidade terá a contento.

Lá, um velho chamado tempo
Conta lindas histórias de amor
Da vida ele tudo conhece
Foi dele que ganhei a flor.

Tonhotavares