quinta-feira, 31 de outubro de 2013

              = MEU AMOR = 

     Venha amor meu...
De canto a canto vasculharemos
Todo o encanto
Que é feito do nosso amor que nos desvaira.
Na torrencial grandeza da quimera
 Quebrar-se-ão  os grilhões do tempo e espaço.
Dê-me as tuas mãos
Vamos à busca a magia do despertar das flores.
Sentiremos o perfume da brisa suave
Que há de vir da cachoeira.
Buscarei a tua boca
Em atroz desejo
Beijos, beijos, beijos... 
Beberei do teu corpo 
O mais fino sabor do gozo.

Venha amor meu...
À noite fará apenas por um momento
Dará espaço ao astro-rei
Para reverenciar a tua chegada.
Serei o sopro que arrepiará a tua pele.
Tu és o verso que minh’alma fascina
Farei para ti
Uma tiara com as mais lindas estrelas
Desenharei em teu rosto
O mais belo sorriso.
Se não vieres por hora
Por favor
Mesmo assim, venha por agora!
Serás somente minha.
Amo-te simplesmente
Amar-te-ei num eterno
Sempre e sempre. 

Tonho Tavares